Dilma garante conta de luz de 18% a 32% mais barata a partir de amanhã - Correio Cachoeirense

Dilma garante conta de luz de 18% a 32% mais barata a partir de amanhã

Em pronunciamento na TV, presidente criticou quem duvidou da redução da energia elétrica


A presidente Dilma Rousseff anunciou, em pronunciamento feito em cadeia nacional de rádio e televisão nesta quarta-feira (23), que a redução das contas de luz para as famílias e a indústria começa a valer a partir desta quinta-feira (24). O desconto para residências será de 18%. Para indústria, agricultura, comércio e serviços, a redução será de 32%.

Os valores são maiores que o prometido pela presidente em setembro do ano passado, quando ela anunciou reduções de 16,2% para residências e 28% para indústrias. O benefício também entra em vigor antes de prometido.

Ao comunicar que assinou o decreto e a medida provisória que autorizam os descontos, Dilma aproveitou para criticar quem questionou a efetividade da medida e duvidou que fosse possível manter descontos nas contas de luz com os reservatórios das hidrelétricas no nível mais baixo dos últimos dez anos.

— Surpreende que, desde o mês passado, algumas pessoas, por precipitação, desinformação, ou algum outro motivo, tenham feito previsões sem fundamento, quando os níveis dos reservatórios baixaram. Como era de se esperar, essas previsões fracassaram.